Spread the love

Há muitos brasileiros que possuem direito a tornar-se cidadãos italianos e para isso todos precisam passar pelo, nem tão rápido, processo de cidadania italiana.

O grande problema é que a maior parte das pessoas acaba fazendo o mesmo de forma errada, ou seja, não cumprem certo todas as etapas necessárias, ou mesmo pulam algumas delas.

Desse modo, isso pode vir a tornar o processo ainda mais longo (pela necessidade de o mesmo estar voltando para ser corrigido) ou, o que é pior, até mesmo o cancelamento dele.

Sendo assim, torna-se essencial entender se você está fazendo corretamente seu processo de cidadania italiana, de modo a consegui-la sem obter tanta dor de cabeça.

Quer saber mais sobre o assunto e entender se está cometendo algum erro? Então não deixe de acompanhar esse artigo até o final.

Saiba se você está cometendo algum erro no processo de cidadania italiana

Entenda se você realmente tem direito à cidadania italiana

A primeira coisa a se observar, para que você possa entrar com processo de cidadania italiana, é se possui, realmente, o direito a ser um cidadão italiano.

A maior parte das pessoas que dá entrada nesse processo possuem sim esse direito, mas pode haver casos de outras que enganam-se a respeito e que por isso tem suas solicitações negadas.

Mas como saber se você tem direito à cidadania italiana?

Há algumas situações em que as pessoas podem requisitar a cidadania e você precisa verificar se se encaixa em alguma delas:

  • Cidadania por casamento (quando você se casa com um cidadão ou uma cidadã italiana)
  • Cidadania por descendência ou jus sanguinis (filhos, netos e bisnetos de italianos)

Ao conhecer e analisar sua árvore genealógica, você poderá saber se é legível para fazer o requerimento de dupla cidadania.

Ter em mãos todos os documentos exigidos

Outro ponto fundamental para você compreender se está fazendo o pedido de cidadania da forma certa é ter em mãos todos os documentos exigidos.

É muito comum que um requerimento de dupla cidadania acabe voltando por conta da falta de todos os documentos necessários para o processo.

Por isso é preciso ficar atento para não correr o risco de ter seu pedido negado por falta de algum documento, sem atrasar ainda mais o procedimento, que normalmente já dura um tempo extenso.

E quais são os documentos exigidos para se requisitar o seu processo de cidadania italiana?

De um modo geral, os documentos pedidos para você fazer o requerimento da dupla cidadania são as certidões de nascimento, certidões de casamento e certidões de óbito dos seus ancestrais.

Assim, se você for filho de italiano, precisará apresentar sua certidão de nascimento (e casamento, se for casado), bem como a certidão de nascimento e casamento do seu pai.

Já se você for neto de um cidadão ou cidadã italiana, será preciso, além dos documentos já citados, apresentar ainda as certidões de nascimento, casamento e óbito (se falecido) do seu avô ou avó.

Os documentos precisam estar traduzidos de forma oficial

Outra dica importante para saber se você está fazendo certo o pedido do seu processo de cidadania é verificar se os documentos estão sendo traduzidos de forma oficial.

E o que isso significa?

Para que os documentos exigidos, citados no tópico anterior, possam ser aceitos pela justiça italiana, eles precisam estar no idioma de origem, tendo assim passado por uma tradução juramentada.

A tradução juramentada é aquela feita por um tradutor juramentado italiano, que é um profissional concursado e registrado em uma Junta Comercial.

Além disso, os documentos ainda precisam passar pelo Apostilamento de Haia, que é uma espécie de “reconhecimento de firma” feito pelas autoridades responsáveis.

Assim, se tudo isso for realizado, os seus documentos estarão dentro do exigido para que você possa requerer a sua cidadania italiana.

Você pode requerer o processo de cidadania tanto no Brasil quanto na Itália

Para saber se o seu requerimento de dupla cidadania está realmente certo, você também precisa entender que há a oportunidade de realizar o processo tanto no Brasil quanto na Itália.

O processo via consulado no Brasil é o mais comum e, também, é o único que é todo realizado no país, mas é mais demorado, apesar de mais barato.

Por via judicial, o valor do processo aumenta um pouco, pois há custos de ordem judicial que você precisa pagar.

Entretanto, em comparação com a via consulado, o tempo do processo é reduzido, não devendo ser superior a 730 dias.

Por último, você ainda pode realizar o pedido da cidadania diretamente na Itália, o que costuma ser bem mais rápido, mas é mais cara, pois você precisará pagar custos como despesas e alimentação enquanto aguarda por lá.

Nesses casos, para reduzir os custos, é possível fazer a requisição do processo por meio de uma assessoria especializada nesse tipo de requerimento.

Cada uma das formas de pedido possui seu próprio modo de realização e, portanto, é preciso ficar atento para não correr erros nesse momento.

Empresas especializadas em cidadania italiana

Hoje existem variadas empresas que podem ajudar com esse processo, muitas vezes as pessoas optam por elas, justamente para não ter que recorrer a tantos procedimentos trabalhosos.

Se você deseja ter auxílio de uma empresa especializada em processo de cidadania italiana, a 4DOC, por exemplo, pode lhe ajudar como todo esse processo, facilitando as coisas.

Isso irá permitir que você evite erros cometidos no requerimento de dupla cidadania e que podem atrasar o processo inteiro.

Categorias: Atualidades

Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *